Massagem Tui Na
Feng Shui

​​R. CLAUDIO SOARES, 123 - PINHEIROS - SÃO PAULO - SP

 + 55 11 996 640 640

 LARYSSA.VALENTE@GMAIL.COM

Acupuntura
Feng Shui
Fitoterapia
Fitoterapia
Acupuntura
Fitoterapia
Massagem Tui Na
Feng Shui
Acupuntura
Massagem Tui Na

A moxabustão é uma técnica terapêutica da Medicina Tradicional Chinesa. Baseia-se nos mesmos princípios e conhecimentos dos meridianos de energia utilizados na acupuntura, sendo amplamente utilizada em outros sistemas de Medicina Oriental Tradicional. Esta prática, pela documentação antiga existente, parece ser anterior à acupuntura.


Originou-se no norte da China, moxabustão – Jiú (pinyin) significa, literalmente, longo tempo de aplicação do fogo, sendo considerada uma espécie de acupuntura térmica, feita pela combustão da erva Artemísia Sinensis e Artemísia Vulgaris.


A cauterização como método de curar doenças usava originalmente ramos e outros materiais combustíveis comuns. O uso de plantas, como principal substância de combustão, data do último período Chou. O livro de Mencios (290 a.C.) refere-se a esta planta (Artemísia) “para uma doença de sete anos, procure moxa (Artemísia) de três anos de idade)”.


Num texto antigo da Dinastia Tang “Receitas dos Mil Ducados” afirma que “a pessoa que aplica diariamente ao ponto Zusanli (E-36) estará livre de uma centena de doenças”, e assim o faziam as pessoas nessas épocas, principalmente, se tinham que viajar para outras localidades a que não estavam acostumadas.


O calor da moxabustão é extremamente penetrante, tornando-se eficaz quando há menos circulação, condições frias e úmidas, além da deficiência do Yang. Quando aplicada aos pontos da acupuntura específicos com deficiências do Yang, o corpo absorve o calor recuperando mais rapidamente o Qi, energia, do Yang do corpo e o “fogo ministerial” fonte de todo o calor e energia do corpo.


As folhas frescas da planta Artemísia são colhidas na primavera e expostas ao sol para secarem, em seguida são trituradas, examinadas e filtradas para remoção de areia ou talos mais grosseiros, posteriormente, posto de novo ao sol, repetindo-se este processo até se obter a consistência desejada que é um pó fino, macio e claro.


Na moxabustão, como em todas as terapias que se utilizam instrumentos, deve haver alguns cuidados e precauções tais como: não aplicar moxa em síndromes de calor com deficiência do Yin, como por exemplo: menopausa ou febre alta; não produzir cicatrizes com moxa; não usar moxa na região lombosacra em mulheres grávidas, e seguir sempre os princípios básicos de diagnóstico da MTC.

principalmente, se tinham que viajar para outras localidades a que não estavam acostumadas.


O calor da moxabustão é extremamente penetrante, tornando-se eficaz quando há menos circulação, condições frias e úmidas, além da deficiência do Yang. Quando aplicada aos pontos da acupuntura específicos com deficiências do Yang, o corpo absorve o calor recuperando mais rapidamente o Qi, energia, do Yang do corpo e o “fogo ministerial” fonte de todo o calor e energia do corpo.


As folhas frescas da planta Artemísia são colhidas na primavera e expostas ao sol para secarem, em seguida são trituradas, examinadas e filtradas para remoção de areia ou talos mais grosseiros, posteriormente, posto de novo ao sol, repetindo-se este processo até se obter a consistência desejada que é um pó fino, macio e claro.


Na moxabustão, como em todas as terapias que se utilizam instrumentos, deve haver alguns cuidados e precauções tais como: não aplicar moxa em síndromes de calor com deficiência do Yin, como por exemplo: menopausa ou febre alta; não produzir cicatrizes com moxa; não usar moxa na região lombosacra em mulheres grávidas, e seguir sempre os princípios básicos de diagnóstico da MTC.