Acupuntura
Feng Shui
Fitoterapia
Fitoterapia
Acupuntura
Fitoterapia
Massagem Tui Na
Feng Shui
Acupuntura
Massagem Tui Na

A utilização das ventosas no tratamento de doenças não é uma exclusividade da Medicina Chinesa, existem informações do seu uso desde o antigo Egito. É, também, mencionada nos escrito de Hipócrates e praticada pelo povo Grego do século IV a.C., possivelmente conhecida e utilizada por outras nações antigas.


Nas suas formas mais primitivas, era utilizada pelos índios americanos que cortavam a parte superior do chifre dos búfalos provocando o vácuo por sucção oral na ponta do chifre, sendo em seguida tamponado. O uso de ventosas no Ocidente antigo era um elemento terapêutico, corriqueiro e de grande valor, pois, por falta de outros recursos médicos, a ventosaterapia era utilizada praticamente na cura de todas as doenças.


Na Europa, assim como na Ásia, existiam vários métodos modificados de sangria e escarificação, ou sangria das veias era uma prática popular, enquanto que na Ásia o sangramento das dilatações capilares (telangiectasias) na periferia da pele, junto com ventosas, era o método mais utilizado.


O uso de ventosas no Oriente foi desenvolvido com base na acupuntura, a aplicação de ventosas foi originalmente, conhecida como Método Chifre. Os chifres dos animais eram aquecidos, criando-se um vácuo quando eram colocados sobre a pele.


O Método Chifre foi posteriormente substituído por outros métodos de sucção, posteriormente desenvolvidos, em que se obtinha o efeito de ventosa utilizando-se cúpulas de bambu, metal e posteriormente vidro e, modernamente, acrílico. A sucção é obtida, atualmente, colocando-se uma substância cadente na ventosa antes de colocá-la sobre a pele, aquecendo-a com água quente, ou com o bombeamento do ar para fora desta, uma vez posicionada na pele.


A ventosa segundo a MTC tem a propriedade de limpar o sangue das toxinas acumuladas no organismo produzida pelos alimentos e outras fontes poluentes. A estagnação do sangue estagnado, escuro e sujo, nos músculos das costas ou das articulações é considerado, pelas Medicinas Orientais, como um dos elementos causadores de doenças. A ventosa é usada para o alívio de dores musculares, melhorar o sistema circulatório e, até mesmo, para redução de celulite e gordura localizada, lombalgias, dor abdominal, hipertensão arterial, entre tantas outras patologias.


As ventosas podem ser utilizadas em associação com outras terapias reforçando a efetividade destas. Várias ventosas podem ser utilizadas para tratar desordens sobre uma área mais ampla.


Pode-se utilizar a ventosa para produzir o “efeito massagem”, isto é, consiste em mover as ventosas sobre superfícies grandes e lisas do corpo, tais como as costas e as coxas. Mecanicamente, aumenta o fluxo da linfa, reduzindo o edema, mantém a flexibilidade dos músculos, retira as adesões e as fibroses e mobiliza o funcionamento dos órgãos, descongestiona os bloqueios de energia, ativa a circulação e o funcionamento geral do corpo.


A aplicação das ventosas deixa, frequentemente, uma marca púrpura na pele aonde esta foi sugada, isto é normal e vai desaparecer sem tratamento especial. Se a marca for muito profunda, as ventosas não devem ser colocadas de novo nesse local enquanto subsistir a marca.

aquecendo-a com água quente, ou com o bombeamento do ar para fora desta, uma vez posicionada na pele.


A ventosa segundo a MTC tem a propriedade de limpar o sangue das toxinas acumuladas no organismo produzida pelos alimentos e outras fontes poluentes. A estagnação do sangue estagnado, escuro e sujo, nos músculos das costas ou das articulações é considerado, pelas Medicinas Orientais, como um dos elementos causadores de doenças. A ventosa é usada para o alívio de dores musculares, melhorar o sistema circulatório e, até mesmo, para redução de celulite e gordura localizada, lombalgias, dor abdominal, hipertensão arterial, entre tantas outras patologias.


As ventosas podem ser utilizadas em associação com outras terapias reforçando a efetividade destas. Várias ventosas podem ser utilizadas para tratar desordens sobre uma área mais ampla.


Pode-se utilizar a ventosa para produzir o “efeito massagem”, isto é, consiste em mover as ventosas sobre superfícies grandes e lisas do corpo, tais como as costas e as coxas. Mecanicamente, aumenta o fluxo da linfa, reduzindo o edema, mantém a flexibilidade dos músculos, retira as adesões e as fibroses e mobiliza o funcionamento dos órgãos, descongestiona os bloqueios de energia, ativa a circulação e o funcionamento geral do corpo.


A aplicação das ventosas deixa, frequentemente, uma marca púrpura na pele aonde esta foi sugada, isto é normal e vai desaparecer sem tratamento especial. Se a marca for muito profunda, as ventosas não devem ser colocadas de novo nesse local enquanto subsistir a marca.

​​R. CLAUDIO SOARES, 123 - PINHEIROS - SÃO PAULO - SP

 + 55 11 996 640 640

 LARYSSA.VALENTE@GMAIL.COM

Feng Shui
Massagem Tui Na